Pandemia mundial e a moda.

Em meio a Pandemia que começou em Wuhan na China em meados de Dezembro, o mundo inteiro parou e teve que se reinventar com a quarentena.

Muitas marcas de Luxo tem feito doações e até fabricado álcool em gel e doado para o país.

Com as lojas fechadas em tempo indeterminado, os serviços de entrega, ecommerce,

vendas pelo Instagram, fretes gratuitos e um atendimento personalizado e cuidadoso pelo WhatsApp, são as medidas aderidas por todos.

É impossível prever o prejuízo e manter um planejamento, quando as notícias mudam a cada dia. Mas todos percebem uma  mudança profunda de estrutura, que veio para ficar. “Acreditamos que esse é um momento marco no varejo, que terá que se transformar e se reinventar” diz Patricia Lima fundadora da marca Simple Organic.

Agora que todos estão mais ligados do que nunca nas redes e notícias, podemos perceber que as empresas estão voltando os olhos para o que realmente  é essência.

Apesar das dificuldades, o importante é conseguir manter sua atividade em produção,  para manutenção de seus negócios, das famílias que eles sustentam e principalmente  garantir a sanidade mental. É fácil ser engolido pelas preocupações e pelo medo do que vem pela frente. Fazer menos, com menos, mas fazer melhor, com as mensagens que importam agora.

 

 

Fontes:

 

Vogue: https://vogue.globo.com/moda/noticia/2020/03/crise-do-coronavirus-e-industria-da-moda.html

 

FFW https://ffw.uol.com.br/noticias/business/como-marcas-de-moda-e-prs-estao-navegando-pelo-tsunami-coronavirus/

 

G1: https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/02/12/da-industria-de-celulares-a-soja-os-impactos-do-coronavirus-na-economia-brasileira.ghtml

 

Vogue

http://concept.com.br/pandemia-mundial-e-a-moda